Empresária Sônia Crisóstomo destaca importância de Portugal para produtores brasileiros

O CEO do WTC, Luciano Menezes, foi o anfitrião do evento e deixou garantias aos visitantes

0
661
Sônia Crisóstomo; Luciano Menezes, presidente do WTC; Blanca Elena, empresária colombiana; e Alexandre Bastos, World of Food Solutions
- Publicidade -

A escritora e empreendedora luso-brasileira Sônia Crisóstomo considera que os produtores de produtos brasileiros precisam conhecer Portugal, lembrando-os que um dos potenciais do país é ser “uma porta para a União Europeia”. Estas declarações aconteceram durante um evento que reuniu diversos empresários da região do Nordeste do Brasil nos escritórios do World Trade Center Lisboa (WTC), um dos mais recentes centros de negócios localizado, estrategicamente, entre Oeiras e Lisboa, em Portugal.

“Os produtores de produtos brasileiros precisam conhecer Portugal. É uma porta para a União Europeia e o calor do Nordeste vem ao encontro de um país que busca a prosperidade e felicidade”, disse a empresária, que é também Diplomata Civil Humanitária.

O evento foi organizado por um grupo de empresários produtores de cachaça da Paraíba, um estado no nordeste do Brasil, que vieram a Portugal para divulgar os seus produtos. Na comitiva, esteve o Governador da Paraíba, João Azevedo, o Secretário de Estado de Turismo, Delano Tavares, bem como o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Paraíba (FECOMERCIO/PB), José Marconi Medeiros, e o Embaixador do Brasil em Marrocos, Alexandre Parola.

Sônia Crisóstomo e o embaixador Alexandre Parola

O CEO do WTC, Luciano Menezes, foi o anfitrião do evento e deixou garantias aos visitantes.

“O WTC apoia os empresários da Paraíba e deseja bons negócios em solo português”, disse Luciano Menezes.

“Nós estamos construindo no Brejo uma estrada, conhecida como o Caminho dos Engenhos, que será uma rota da cachaça e incentivando de divulgação como essa em Lisboa e que deveremos fazer em outros locais. A Paraíba tem um grande potencial econômico e é isso que nós estamos mostrando em Portugal”, frisou João Azevedo.

O presidente da Fecomércio, Marconi Medeiros, afirmou que a Paraíba dá um grande passo para ampliar a comercialização da cachaça paraibana ao apresentar o produto no mercado europeu e parabenizou o Governo da Paraíba pelo compromisso e apoio à iniciativa.

“É com muita satisfação que estamos em Lisboa, na Capital de Portugal, acompanhando um grande passo que foi dado com os produtores de cachaça da Paraíba, que aqui tiveram a oportunidade de ter uma primeira rodada de negócios. É interessante que nesse evento, além dos produtores rurais paraibanos, nós tivemos também a participação de empresários portugueses e de representantes comerciais”, disse Medeiros.

Já o presidente da Associação dos Produtores de Cachaça, Tiago Baracho, celebrou o primeiro contato da Paraíba com o mercado português.

“Esse é um momento de valorização do setor produtivo que vem gerando riquezas, distribuindo renda para uma região como o Brejo Paraibano, que é bem forte na produção de cachaça. Como o presidente da Associação dos Produtores de Cachaça de Areia, fico muito feliz em ver os nossos produtos chegarem ao mercado português para expandir sua produção”, comentou Baracho.

Para Sônia Crisóstomo, o evento foi “mais um momento de networking e solidificação de algumas parcerias já existentes no mercado português”, onde, numa ação de formação em empreendedorismo, a empresária sugeriu, anteriormente, aos empreendedores que devem estar focados na auto liderança, como forma de compreenderem e saber agir melhor no vasto ecossistema empresarial, sobretudo, numa altura em que “Lisboa tem sido palco de muitos eventos na área de desenvolvimento humano”. ■

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui