11º Fliaraxá promoveu e valorizou autores brasileiros

Quase a totalidade dos livros mais vendidos foram escritos por autores e autoras que passaram pelo festival

0
190
Livraria do 11º Fliaraxá teve movimentação constante ao longo de todo o evento (Foto: Drigo Diniz)
- Publicidade -

O 11º Festival Literário de Araxá (Fliaraxá) chegou ao fim no passado domingo, 9 de julho, após cinco dias de intensa atividade cultural em suas mais variadas formas, tendo a literatura e o incentivo ao hábito da leitura como condutores. O evento foi realizado no Estádio Municipal Fausto Alvim e, como é o foco do Festival, reuniu alguns dos mais destacados autores e autoras nacionais, somando cerca de 200 convidados presentes.

Além das palestras, ciclos de debates, atividades culturais, oficinas e apresentações musicais, a livraria foi um grande destaque. Um espaço de 500 metros quadrados foi montado e destinado para a venda de livros no Fliaraxá. Cerca de 20 mil exemplares, sendo mais de 3 mil títulos literários de diferentes gêneros literários – romance, poesia, ensaio, aventura, terror, crônica, biografia, infantojuvenil e etc -,  estiveram à disposição do público. O Fliaraxá se mantém firme em sua proposta de valorizar o autor brasileiro e a literatura nacional. Esse fato é notório desde a primeira edição do festival; na décima primeira vez que é realizado, essa realidade é ainda mais concreta.

É notável que quase a totalidade dos livros mais vendidos foram escritos por autores e autoras que passaram pelo 11º Fliaraxá.

Reafirmando a vocação do Fliaraxá em valorizar o autor nacional, segue a lista composta apenas de livros e autores brasileiros.

Confira abaixo a relação dos livros mais vendidos do 11º Fliaraxá:

1 – “Salvar o fogo”, de Itamar Vieira Junior – Editora Todavia
2 – “Torto arado”, de Itamar Vieira Junior – Editora Todavia
3 – “Sem pecado não tem salvação”, de Líria Porto – Editora Miguilim
4 – “O avesso da pele”, de Jeferson Tenório – Companhia das Letras
5- “Ao Brasil, com amor”, de Jamil Chade e Juliana Monteiro – Editora Autêntica
6- “Incerteza, um ensaio”, de Eugênio Bucci – Editora Autêntica
7- “Tudo é rio”, de Carla Madeira – Editora Record
8- “Intérprete de borboletas”, de Sérgio Abranches – Editora Record
9 – “Toda fúria”, de Tom Farias – Editora Gutenberg
10- “Interseccionalidade”, de Carla Akotirene – Editora Jandaíra
11- “Véspera”, de Carla Madeira – Editora Record
12- “10 histórias para tentar entender um mundo caótico”, de Jamil Chade e Ruth Manus – Editora Sextante
13 – “Ansiedade: como enfrentar o mal do século”, de Augusto Cury – Editora Benvirá
14- “Perdeu vontade de espiar cotidianos”, de Evandro Affonso Ferreira – Editora Nós
15- “Também os brancos sabem dançar”, de Kalaf Epalanga – Editora Todavia
16- “Estela sem Deus”, de Jeferson Tenório – Companhia das Letras
17- “Vida futura”, de Sérgio Rodrigues – Companhia das Letras
18- “Cotas raciais”, de Lívia Sant’Anna Vaz – Editora Jandaíra
19- “Rita Lee: outra autobiografia”, de Rita Lee – Editora Globo Livros
20- “Cara paz”, de Lisa Ginzburg – Editora Nós
21 – “Histórias íntimas”, de Mary Del Priore – Editora Planeta
22- “Solitária”, de Eliana Alves Cruz – Companhia das Letras
23- “A morte é um dia que vale a pena viver”, de Ana Claudia Quintana Arantes – Editora Sextante
24 – “A natureza da mordida”, de Carla Madeira – Editora Record

10 Autores mais vendidos no Fliaraxá 2023

1 – Itamar Vieira Junior
2- Jamil Chade
3- Carla Madeira
4- Jeferson Tenório
5- Líria Porto
6- Eliana Alves Cruz
7- Tom Farias
8- Mary Del Priore
9 – Eugênio Bucci
10- Sérgio Abranches
11- Carla Akotirene

O Fliaraxá foi apresentado pela CBMM, com patrocínio do Itaú e da Cemig, via Lei Federal de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura, com apoio da TV Integração, Prefeitura Municipal de Araxá, Fundação Calmon Barreto, Câmara Municipal de Araxá, Academia Araxaense de Letras, Condor Eventos, Vale Sul/Goethe-Institut, Instituto Terra e Sesc. ■

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui