Torres Vedras recebeu evento sobre Cooperativismo entre Portugal e Brasil

Funcex Europa defendeu o intercâmbio institucional e a criação de negócios entre os países irmãos

0
311
Bruno Gutman, diretor da Funcex Europa em Braga, durante a apresentação em Torres Vedras
- Publicidade -

No dia 31 de maio, o escritório europeu da Fundação Centro de Estudos do Comércio Exterior (FUNCEX) participou num evento promovido pela Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Torres Vedras, que discutiu a “Experiência do Cooperativismo entre Portugal e Brasil”.

Esta iniciativa ficou marcada pela apresentação da organização e funcionamento da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Torres Vedras (CCAMTV) e participadas Agrimútuo FCRL e da Servimútuo ACE, além da visão estratégica e comparativa da banca em Portugal, através da apresentação de Manuel Guerreiro, presidente do Conselho de Administração da CCAMTV.

Rui Moreira de Carvalho, professor, falou sobre “Governance e Funções de Controle interno, no sistema financeiro”. Já Ricardo Ce, presidente da SICREDI, explicou o Sistema de Crédito Cooperativo (SICREDI).

Houve espaço ainda para uma visita à sede e agência da Caixa e Crédito Agrícola Mútuo de Torres Vedras e almoço entre os participantes.

“A Caixa de Crédito Agrícola Mútua de Torres Vedras está de parabéns pela realização desse evento, que promoveu a troca de experiências entre Brasil e Portugal, o que é fundamental para o desenvolvimento das atividades e a melhoria dos processos, bem como para a divulgação do conhecimento. A Funcex Europa, como instituição presente em ambos os países, tem um papel primordial para incentivar, cada vez mais, o intercâmbio institucional e a criação de negócios entre os países irmãos”, afirmou Bruno Gutman, diretor da Funcex Europa em Braga, ao representar a entidade no evento em Torres Vedras.

Em abril, a FUNCEX, que é presidida por Antônio Pinheiro, assinou, no âmbito da Cimeira Luso-Brasileira, um protocolo com a Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Torres Vedras e a Confederação Empresarial da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). ■

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui