Terceiro dia de FLIARAXÁ no Brasil reúne autores premiados

Norteado pelo tema “Educação, Literatura e Patrimônio”, o 11º Fliaraxá acontece até dia 9 de julho

0
74
Oficina "Uma linguagem na dança contemporânea brasileira" foi o destaque do início do terceiro dia do 11º Fliaraxá (Foto: Drigo Diniz)
- Publicidade -

A 11ª edição do Festival Literário de Araxá (Fliaraxá) chega ao seu terceiro dia com uma programação repleta de mesas de bate-papo com escritores regionais, nacionais e internacionais. Uma das Autoras Homenageadas do festival, Eliana Alves Cruz, faz sua estreia na programação conversando com o escritor Jeferson Tenório sobre “Territórios narrativos: vozes de autoria negra na Literatura”, às 20h, no Auditório 1. Além deles, participam das mesas desta sexta, 7 de julho, autores como Kalaf Epalanga, Carla Madeira, Itamar Vieira Junior, Jamil Chade, Juliana Monteiro e Lívia Sant’Anna Vaz.

Ainda na programação nacional e internacional, o Primeiro Ato Grupo de Dança promove a oficina “Uma linguagem na dança contemporânea brasileira”, às 11h, no Auditório 2. Às 18h, o grupo apresenta o espetáculo “Tecidos na Pele”, no Palco Gastronomia. Já na programação regional, haverá mesas de conversas como “Saúde mental e superação na Literatura”, de Luciane Diniz, Mirthes Miriam e Silla Silva; e “Negritando e a questão racial no Brasil”, com Zé Ricardo, Leni Nobre e mediação de Marisa Rufino.

A programação infantojuvenil conta com escritores como Tino Freitas, Junia Paixão, Leo Cunha, Kiusam de Oliveira e Cesar Campos. Oficinas de escrita e de bonecas, sarau, lançamentos de livros e contação de histórias fazem parte da programação, que começa às 8h30 e vai até às 17h. Por fim, na programação on-line, transmitida pelo YouTube do Fliaraxá, Oswaldo Faustino fala sobre “O elegante intelectual cai no samba”, às 12h. A conversa, mediada por Tom Farias, faz parte do Ciclo de Debates Virtuais “Mário de Andrade, negro, 130 anos”, feito em parceria com o Sesc.

Sobre o 11º Fliaraxá

Norteado pelo tema “Educação, Literatura e Patrimônio”, o 11º Fliaraxá acontece até dia 9 de julho, domingo, em formato figital – ou seja, de forma presencial, no Estádio Municipal Fausto Alvim, localizado no centro da cidade mineira; e digital, através das redes sociais do evento. A estrutura inclui uma enorme livraria, três auditórios para debates e apresentações artísticas, espaço para crianças, área de gastronomia e palco para atrações musicais. Nesta edição, as Autoras Homenageadas são Eliana Alvez Cruz e Líria Porto e, o Patrono, Mário de Andrade, em celebração aos seus 130 anos de nascimento.

O Fliaraxá é apresentado pela CBMM, com patrocínio do Itaú e da Cemig, via Lei Federal de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura, com apoio da TV Integração, Prefeitura Municipal de Araxá, Fundação Calmon Barreto, Câmara Municipal de Araxá, Academia Araxaense de Letras, Condor Eventos, Vale Sul / Goethe-Institut, Instituto Terra e Sesc. ■

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui