São Paulo com nova parceria com Portugal e Moçambique com foco na sustentabilidade

Prevenção e combate aos incêndios florestais, conservação e uso sustentável da biodiversidade e gestão e proteção dos territórios marinhos estiveram entre os temas prioritários

0
136
Lisboa
- Publicidade -

O Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo (SIMA) e da Fundação Florestal, assinou, em Lisboa, durante participação na “Conferência dos Oceanos”, evento realizado pela Organização das Nações Unidas, uma carta de intenção com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas de Portugal e a Associação Nacional dos Municípios de Moçambique para troca de experiência e desenvolvimento de ações em conjunto com foco em sustentabilidade e conservação dos recursos naturais terrestres e marinhos.

Segundo apurámos, “as ações acontecerão por meio de estratégias para a promoção de territórios inteligentes e sustentáveis, troca de experiências na prevenção e combate a incêndios florestais, conservação e uso sustentável da biodiversidade, integração de biodiversidade com a temática de gestão das águas e gestão de áreas protegidas como instrumento de conservação e uso sustentável da biodiversidade, inclusão social e cultural. A partir desta parceria também serão identificados, conjuntamente, projetos e ações potenciais que promovam o fortalecimento e aprimoramento da cooperação bilateral, tendo como principal objetivo apoio integrado à implementação da CDB – Convenção sobre Diversidade Biológica no Estado de São Paulo, em território português e moçambicano”.

“A assinatura marca o início de uma parceria próspera que impactará diretamente nas iniciativas ambientais em três diferentes continentes. Com isso, promoveremos ações de biodiversidade, relacionadas ao desenvolvimento sustentável e às mudanças climáticas, entre o Governo do Estado de São Paulo com países com climas, biomas e desafios diferentes, para chegarmos a resultados comuns para a sustentabilidade”, comentou Rodrigo Levkovicz, diretor executivo da Fundação Florestal.

Para apresentar as ações do Estado de São Paulo, os representantes da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente e Fundação Florestal que marcaram presença no evento, abordaram temas como os Planos de Manejo, áreas de proteção marinhas, PSA Mar sem Lixo e outras iniciativas realizadas para assegurar a saúde dos ecossistemas marinhos em São Paulo.

Na década dos oceanos, a Organização das Nações Unidas promoveu a “Conferência dos Oceanos”. O encontro, que aconteceu de 27 de junho a 1° de julho, destacou-se por ser “um apelo às ações em prol dos oceanos e visa à uma ampla troca de experiências entre os líderes mundiais”. ∎

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui