Projeto no Uruguai para mapear a comunidade portuguesa no país

Um olhar sobre a emigração portuguesa

0
238
- Publicidade -

A Casa de Portugal de Montevidéu, no Uruguai, em conjunto com a Binaural – Associação Cultural de Nodar, da Região de Viseu Dão Lafões, em Portugal, está a desenvolver o projeto “Ecos da ida e do retorno: lugar, corpo e sonoridade na emigração portuguesa”. Uma iniciativa que investiga a emigração portuguesa no Uruguai, entre tempos e lugares diferentes, com foco na Partida e na chegada.

O trabalho começou com reuniões on-line em julho de 2021. Depois seguiu um périplo de entrevistas com diferentes gerações de portugueses ou descendentes desses cidadãos que chegaram ao Uruguai. A ideia é descobrir como se constrói a “Portugalidade”. Onde vivem, como respiram e se expressam. Além de compreender e partilhar modos de vida desse público.

Para isso, houve vários encontros com membros da comunidade portuguesa na área de Montevidéu e outros locais em busca de ecos de identidade, transformações e experiências coletivas.

Esses encontros foram dinamizados pela antropóloga uruguaia Ana Cecilia Rodríguez, que, desde 2015, desenvolve o projeto “Mapa Sonoro do Uruguai”, no qual propõe diferentes formas de socializar e valorizar memórias e heranças pouco conhecidas. ■

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui