Locais históricos no Interior de Portugal atraem novos residentes provenientes da América do Sul

História, tradição e pontos turísticos motivam escolha pelo Centro deste país europeu

0
108
António Carlos, especialista imobiliário em Portugal
- Publicidade -

A região Centro de Portugal tem sido cada vez mais procurada por quem deseja reconectar-se com as suas origens e encontrar um lugar que resgate as suas raízes históricas, sobretudo, famílias provenientes da América do Sul. É esta a convicção de António Carlos, especialista do ramo imobiliário em Portugal.

De acordo com este responsável, os imigrantes da América do Sul buscam o interior de Portugal como a sua nova morada por várias razões, incluindo o seu passado, as suas histórias familiares.

“Existe um grande aumento no número de pessoas da América do Sul que estão a migrar para o Interior de Portugal em busca das suas raízes históricas”, afirmou António Carlos, que sublinhou ainda que muitos desses cidadãos apostam também num novo modo de vida, fixando residência em localidades com apontamentos históricos. Alguns locais na região Centro do país estão na lista de “desejos” desses novos residentes.

Serra da Estrela

A Serra da Estrela é a região mais alta de Portugal continental, com 1.993 metros de altitude. É uma região lindíssima no inverno, que fica coberta de neve. Conta com uma estação de ski e muitos hotéis e pousadas para apreciar o turismo de serra e praticar desporto de inverno. Covilhã é uma das principais cidades da Serra da Estrela e é muito charmosa. Se quiser ver a neve a cair, sentado à frente de uma lareira e a aproveitar a vista lá do alto, viaje nos meses de janeiro e fevereiro, o período mais frio do ano.

Mosteiro de Alcobaça

O Mosteiro de Alcobaça é uma das atrações da região Centro de Portugal, classificado como Monumento Nacional. Construído em 1178 e inaugurado em 1187 foi a primeira obra completamente gótica de Portugal. No local estão sepultados Inês de Castro e D. Pedro I de Portugal, a história de amor mais famosa de Portugal. Além da rainha de Portugal Urraca de Castela, a rainha Beatriz de Castela e o rei de Portugal D. Afonso III de Portugal.

Quinta das Lágrimas

A Quinta das Lágrimas está localizada em Coimbra e é o local que marca o amor de Inês de Castro e D. Pedro I de Portugal. O futuro rei D. Pedro apaixonou-se pela nobre Inês de Castro, uma espanhola, nascida no Reino da Galiza. Depois da morte da sua esposa, D. Pedro assume o relacionamento com Inês e tem quatro filhos com ela. Porém, a família não aceitava o relacionamento e temia o poder da família de Inês. Por isso, o seu pai D. Afonso IV mandou matar Inês. Ao ser coroado rei de Portugal, D. Pedro mandou coroar Inês como a sua rainha e construir um túmulo majestoso. Os dois estão sepultados juntos no Mosteiro de Alcobaça. E é na Quinta das Lágrimas, hoje um hotel privado, mas aberto à visitação, onde os jardins eram locais de encontro dos dois apaixonados, que se encontravam em segredo. Segundo a lenda no local onde Inês foi morta, brotou uma fonte com as suas lágrimas e as pedras foram manchadas para sempre com o seu sangue. Até hoje, é possível ver a cor avermelhada na fonte e o local tornou-se num destino romântico dessa trágica histórica de amor. O local é realmente mágico.

Mosteiro da Batalha

O Mosteiro da Batalha está localizado na cidade da Batalha, na região do Centro, e é um dos importantes pontos turísticos da cidade. O Mosteiro está na lista do Património da Humanidade pela UNESCO e é considerado uma das obras da arquitetura portuguesa e europeia mais bonitas.

Convento de Cristo

O Convento de Cristo é um conjunto de monumentos construídos na cidade de Tomar. Constituído pelo Castelo Templário de Tomar possui uma grande importância histórica. É Património Mundial da UNESCO e uma das atrações que vale a pena visitar no Centro de Portugal.

Universidade de Coimbra

Há quem ache que a Universidade de Coimbra é somente para alunos, mas não. O local está aberto à visitação, com visitas pagas e guiadas. A Biblioteca Joanina é a principal atração e o visitante ficará de queixo caído com o seu interior.

Aveiro

Aveiro tem praias, tem passeios de gôndola, ovos moles, tradicional doce da cidade, e muita coisa para fazer. Ílhavo deve entrar na sua lista de lugares para visitar no Centro de Portugal, com várias casinhas coloridas, que eram de pescadores. Um lugar bem tradicional e que vale a pena conhecer.

Fátima

A cidade de Fátima dispensa comentários, é sede do Santuário de Fátima e o maior centro religioso de Portugal. Hoje, conta com uma estrutura muito boa e vários hotéis para se hospedar.

Estes são apenas alguns exemplos. António Carlos acredita que outro ponto fundamental na escolha da região central do país para as famílias viverem ou investirem num imóvel é a facilidade de acesso e conectividade entre o Interior de Portugal e os países da América do Sul, através de voos diretos e rotas de transporte convenientes.

Aliado a esses fatores, está o facto de o Interior do país contar com um custo de vida mais baixo, com preços mais acessíveis em comparação com os grandes centros urbanos de Portugal.

“Os imigrantes encontram no Interior a oportunidade de adquirir propriedades e investir em imóveis”, finalizou António Carlos. ■

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui