Livro sobre os 25 anos da CPLP será lançado em Lisboa

Estará presente no evento Zacarias da Costa, secretário executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

0
2005
- Publicidade -

O Embaixador Lauro Moreira, presidente do Observatório da Língua Portuguesa, e Rogério Faria Tavares, presidente da Academia Mineira de Letras, vão lançar, no dia 12 de abril, às 16h30, no Palácio Conde de Penafiel, em Lisboa, o livro “Nos vinte e cinco anos da CPLP – Estudos em homenagem a José Aparecido de Oliveira e Ricardo Arnaldo Malheiros Fiuza”, pela Editora Del Rey.

O livro foi organizado pelo jornalista Rogério Faria Tavares, presidente da Academia Mineira de Letras, e pelo embaixador Lauro Moreira, atual presidente do Observatório da Língua Portuguesa e primeiro diplomata a exercer a função de Embaixador do Brasil junto à CPLP, em Lisboa.

O livro reflete a trajetória da CPLP e as contribuições que foi capaz de dar até aqui. A publicação contém ainda um texto em homenagem a José Aparecido de Oliveira, idealizador da CPLP – escrito pelo académico Angelo Oswaldo de Araújo Santos – e outro em homenagem a Ricardo Arnaldo Malheiros Fiuza, antigo assessor judiciário da ONU para o Timor Leste – escrito por José Anchieta da Silva, presidente da Associação Comercial de Minas.

O volume está dividido em duas partes. Na primeira parte estão textos sobre os antecedentes históricos da CPLP (por Caio Boschi), a cooperação no âmbito da CPLP (por Manuel Clarote Lapão), a evolução da CPLP e a posição do Brasil (pelo Embaixador Gonçalo de Barros Carvalho e Melo Mourão), o Instituto Internacional da Língua Portuguesa (pelo professor Gilvan Muller de Oliveira) e a cooperação no âmbito da Educação e da Cultura (por Mário Máximo).

Já a segunda parte é assinada por autores originários dos países que integram a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), como o Embaixador Francisco Ribeiro Telles, anterior Secretário Executivo da CPLP, Maria Angela Carrascalão, do Timor Leste; Maria do Carmo Trovoada Silveira, de São Tomé e Príncipe; Vera Duarte Pina, de Cabo Verde; e Murade Murargy, de Moçambique. Todos refletem sobre a relação entre os seus países e a CPLP.

Fundada em 1996, a CPLP é integrada por Brasil, Portugal, Angola, Moçambique, Guiné Bissau, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Timor Leste e Guiné Equatorial. Seus objetivos principais são o fortalecimento dos vínculos entre os países que têm o Português como Língua oficial, seja por meio do incremento de suas relações políticas, seja por meio da ampliação de programas de cooperação nos campos da educação, da cultura, da saúde, da ciência e da tecnologia. ■

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui