Lisboa será palco de seminário luso-brasileiro de Radiodifusão

“Vivemos atualmente uma transformação significativa na comunicação global”, defendeu Bruno Gutman, um dos diretores da Funcex Europa

0
1250
Evento é promovido pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT) e pela Fundação Centro de Estudos do Comércio Exterior (FUNCEX)
- Publicidade -

Lisboa vai acolher no dia 13 de fevereiro o primeiro Seminário Luso-Brasileiro de Radiodifusão, que reunirá empresários de rádio e TV, autoridades políticas e renomadas personalidades da radiodifusão brasileira e portuguesa. O evento é promovido pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT) e pela Fundação Centro de Estudos do Comércio Exterior (FUNCEX).

A data para a realização do certame foi escolhida por celebrar o Dia Mundial do Rádio, e terá lugar na Casa da América Latina, na capital portuguesa. O seminário marcará a homenagem aos 100 anos do rádio no Brasil, o bicentenário da Independência brasileira e os 60 anos da ABERT, com palestras e debates sobre temas de interesse do setor de radiodifusão dos dois países. 

Para conhecer o papel da Funcex nesta iniciativa, a nossa reportagem conversou com o advogado luso-brasileiro Bruno Gutman, que é um dos diretores da entidade na Europa, que falou sobre a expetativa da realização do seminário e realçou como iniciativas deste porte podem auxiliar ainda mais na aproximação entre Brasil e Portugal, em vários níveis.

Qual o papel da Funcex no evento?

A Funcex é uma instituição brasileira que se internacionalizou e está legalmente constituída em Portugal, através da Funcex Europa. Com isso, tem alcance e atuação concreta em ambos os países e serve de elo permanente entre o Brasil e Portugal, o que facilita a organização e reunião de instituições e empresas em torno de um mesmo objetivo, potencializando as relações luso-brasileiras. Neste sentido, a Funcex esteve à frente dos procedimentos e detalhes para concretizar a realização do evento, o que foi executado de uma maneira brilhante por Higor Esteves, um dos nossos diretores na Europa.

Qual a expetativa da Funcex em relação ao evento?

Esperamos aprofundar as relações luso-brasileiras, seja entre empresas, instituições e entidades governamentais, não apenas para um evento pontual, mas para o diálogo diário e permanente entre todos essas agentes, através do suporte da Funcex e da Funcex Europa, já que temos escritórios, funcionários e diretores em ambos os países. Vivemos atualmente uma transformação significativa na comunicação global, e poder realizar um evento que tenha como tema a radiodifusão e a situação atual entre os dois países, é uma importante contribuição ao setor, bem como para os profissionais da área. 

De que forma a Funcex avalia que este tipo de iniciativa ajuda na promoção da conexão entre Brasil e Portugal?

Quando realizamos um evento luso-brasileiro, com a participação de entidades e fortes instituições de ambos os países, inclusive com participação governamental, potencializamos a troca de ideias e promovemos o contacto entre profissionais, o que certamente cria um ambiente de fomento às relações bilaterais entre Brasil e Portugal. Apesar da histórica ligação entre Brasil e Portugal, parece-nos que os países estão a redescobrir as suas relações e elos, nomeadamente os culturais. Não podemos esquecer que Brasil e Portugal, até 200 anos atrás, eram uma mesma nação, o que pode ser uma mais valia para o Brasil, na sua posição perante a União Europeia, assim como para Portugal em relação ao Mercosul.

A programação completa pode ser acessada em Programação (abert.org.br). ■

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui