Governo português decide alargar contingente prioritário para candidatos emigrantes para 2ª fase

Concurso Nacional de Acesso 2023: saiba as novas “regras”

0
301
- Publicidade -

O Governo de Portugal decidiu reforçar a atratividade de candidatos oriundos das comunidades portuguesas na diáspora através do alargamento do contingente prioritário para candidatos emigrantes, familiares que com eles residam e lusodescendentes para a segunda fase do Concurso Nacional de Acesso, de modo a ampliar as suas possibilidades de ingresso e melhor se compatibilizar com os prazos de conclusão dos anos letivos nos países de emigração.

Segundo o ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Portugal, “estes candidatos mantém a possibilidade de acesso na primeira fase (até 7% das vagas iniciais fixadas na primeira fase em cada par instituição/ciclo de estudos), ao qual acresce a partir da candidatura ao próximo ano letivo a colocação prioritária também em 3,5% das vagas disponibilizadas na segunda fase do concurso nacional de acesso”.

“Para candidatos com ensino secundário e provas de ingresso estrangeiras, a apresentação da candidatura à primeira fase do concurso nacional ocorrerá entre 24 e 31 de julho e a candidatura à segunda fase ocorrerá entre 28 de agosto e 5 de setembro. As condições de candidatura para candidatos emigrantes, familiares que com eles residam e lusodescendentes encontram-se disponíveis em: https://www.dges.gov.pt/pt/pagina/contingente-especial-para-candidatos-emigrantes-portugueses-e-familiares-que-com-eles-residam”, comentaram os responsáveis pelo ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Portugal, que sublinharam que, “ao longo dos últimos meses, o Governo português promoveu uma discussão pública no sentido de rever e atualizar o sistema de acesso ao ensino superior nas suas múltiplas vertentes”. ■

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui