Escritora Conceição Evaristo participou na abertura do primeiro Fliparacatu, em Minas Gerais

Cortejo de Caretagem da comunidade quilombola dos Amaros marcou inauguração do evento internacional

0
118
Conceição Evaristo e Afonso Borges na cerimônia de abertura do Festival (Foto: Ranch Films)
- Publicidade -

Foi com um cortejo de Caretagem da comunidade quilombola dos Amaros que o primeiro Festival Literário Internacional de Paracatu teve início. Saindo da Praça Matriz, onde está exposta a mostra “Portinari Negro”, e dançando até o pórtico da Rua Goiás, no Centro Histórico de Paracatu, os moradores dançaram vestindo máscaras, bengalas e vestimentas confeccionadas com fitas coloridas. Alguns autores da programação do Fliparacatu acompanharam o cortejo, como Marco Haurélio, Jamil Chade, Alessandra Roscoe, Nádia Gotlib, Juliana Monteiro, Ricardo Prado, Silvana Gontijo e a escritora homenageada do Festival, Conceição Evaristo.

Após a dispersão do grupo, o público presente se reuniu para realizar o corte da fita que inaugura a edição de estreia do Fliparacatu. Quem ficou responsável por cortar a fita foi Madalena, uma pequena visitante do Festival que acompanhou a cerimônia de abertura. Com a ajuda do curador do Festival Afonso Borges e da escritora homenageada, o ato simbólico representou o fortalecimento da literatura na cidade de Paracatu.

Logo em seguida, a Igreja Nossa Senhora do Rosário recebeu o público para conferir algumas palavras dos curadores Sérgio Abranches, Afonso Borges e Tom Farias. Além deles, foram chamados ao palco o Padre Hilton, pároco que cedeu os espaços da Paróquia Santo Antônio de Pádua para a realização do Fliparacatu, o escritor, fundador e diretor geral do Instituto Portinari, João Candido Portinari, e a escritora Conceição Evaristo. Para complementar a cerimônia, o Diretor Regional do Sesc São Paulo, Danilo Miranda, participou virtualmente da ocasião.

Este foi apenas o primeiro dia do Festival Literário Internacional de Paracatu – confira a programação completa dos próximos dias clicando aqui.

O Festival Literário Internacional de Paracatu é patrocinado pela Kinross, via Lei Rouanet, e com o apoio da Prefeitura Municipal de Paracatu, da Paróquia de Santo Antônio e do Projeto Portinari. Com a curadoria de Tom Farias, Sérgio Abranches e Afonso Borges, acontece entre os dias 23 e 27 de agosto de 2023, no Centro Histórico da cidade, no estado de Minas Gerais, no Brasil. A entrada é gratuita. ■

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui