Empresária luso-brasileira, Sónia Crisóstomo apela ao empreendedor a focar-se na auto liderança

"Liderar-se a si mesmo, liderar o seu movimento e assim compreender melhor o ecossistema", defendeu Sónia Crisóstomo, que tem conquistado destaque no mundo empresarial português e brasileiro

0
1039
Sônia Crisóstomo (esq.) e Leia Oliver durante o evento "Empreenda Portugal"
- Publicidade -

A empresária, escritora e Diplomata Civil Humanitária, Sónia Crisóstomo, apela aos empreendedores para estarem focados na auto liderança, como forma de compreenderem e saber agir melhor no vasto ecossistema empresarial, sobretudo, numa altura em que “Lisboa tem sido palco de muitos eventos na área de desenvolvimento humano”.

Destacando-se não apenas pelas suas conquistas, mas também pela visão clara que traz para o mundo do empreendedorismo e do desenvolvimento humano, Sónia Crisóstomo participou recentemente numa ação de formação em empreendedorismo, ao lado de palestrantes e amigas, como Leia Oliver e Luciana Viana, onde ressaltou a importância de a pessoa saber liderar a si mesma.

“Liderar-se a si mesmo, liderar o seu movimento e assim compreender melhor o ecossistema”, disse numa linguagem telegráfica ao lançar um desafio aos empreendedores sobre a importância de se adotar uma perspetiva prática que revele uma abordagem centrada na ação após momentos de empolgação em eventos de promoção das técnicas empresariais.

“Como mensagem àqueles que enchem os eventos, quero dizer que, após a empolgação e motivação que dura 48 horas, é chegado o momento de agir”, frisou, lembrando os ganhos deste tipo de iniciativas.

“O que mais estes eventos podem trazer para os participantes além de conhecimento? Network. Uma palavra tão falada quanto confundida como “marcar um café”. Vai além. É conhecer as virtudes e vulnerabilidades, oferecer contribuição e receber em troca aquele ’empurrãozinho’ para o negócio acelerar”, explicou Sónia Crisóstomo, que se vem destacando também no contexto literário, além de outros projetos, como o que pretende “dar voz à população brasileira envolvida com artesanatos regionais, uma iniciativa que revela a sua busca por impacto social e cultural, levando a cultura brasileira para a Europa com ênfase em sustentabilidade, felicidade e ética”.

Recentemente, Sónia Crisóstomo apresentou o livro “Mulheres que Cruzaram Oceanos” durante uma vernissage em Portugal. A coautora já apresentou o seu livro em locais de prestígio, como a Embaixada do Brasil em Berlim e o Carrossel do Louvre, em Paris, França. ■

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui