Duzentos anos da independência do Brasil serão celebrados por entidade luso-brasileira no Fundão, Portugal

Casa do Brasil – Terras de Cabral comemora bicentenário da independência brasileira com jantar

0
217
João Morgado, presidente da Casa do Brasil - Terras de Cabral
- Publicidade -

A Casa do Brasil – Terras de Cabral vai organizar um jantar comemorativo da Independência do Brasil, no dia 7 de setembro. Esta associação luso-brasileira decidiu assinalar os 200 anos de independência com um jantar informal, mas que deverá juntar dezenas de pessoas no restaurante Alambique, no concelho do Fundão.

O evento contará três convidados: Paulo Porto Fernandes, que foi o primeiro luso-brasileiro eleito como Deputado da Assembleia da República portuguesa; Acácio Pereira, presidente do Sindicato da Carreira de Investigação e Fiscalização do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF); e Aristides Gomes, que por três vezes foi primeiro-ministro da Guiné-Bissau.

“É um jantar informal, que visa festejar a lusofonia”, referiu João Morgado, presidente da Casa do Brasil, entidade que foi criada há dois anos e tem trabalhado na defesa da comunidade brasileira na região, e no apoio aos empresários que querem trabalhar e investir nos dois países.

“África, Brasil e Portugal, sentados na mesma mesa, mostrando que o nosso passado comum mantém vínculos fortes. Uma história que tem períodos controversos, mas que, na generalidade, é um exemplo para o mundo. Pois ainda conseguimos caminhar juntos para o futuro. Nem todos os países podem dizer isso. Devemos ter um sentimento de orgulho!”, defendeu Morgado.

“Não somos uma sociedade recreativa. Os brasileiros não precisam de associações para organizar churrascos…”, mencionou João Morgado, que recordou que a entidade surgiu para “resolver problemas concretos, intermediar conflitos com as diferentes entidades, auxiliar famílias e empresas, entre outras ações”. ■

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui