Comércio exterior do Brasil ganha força no cenário da CPLP através das ações da FUNCEX Europa

Atuação desde o território português

0
165
Estratégia focada na aproximação e criação de sinergias entre os mercados dos países de língua oficial portuguesa
- Publicidade -

O escritório europeu da Fundação Centro de Estudos do Comércio Exterior (FUNCEX) tem intensificado a sua agenda em Portugal, país que escolheu para receber a sua internacionalização, há pouco mais de um ano. Dois dos principais objetivos desta Fundação, que tem a sua sede no Brasil, são “prestar serviços técnicos e formar profissionais com capacidade na área do comércio exterior do Brasil”.

No dia 22 de setembro, a FUNCEX Europa participou na primeira Feira de Empregos para Profissionais do Turismo de Braga, norte de Portugal, em parceria com a Associação de Profissionais de Turismo do Minho (APROTURM), a Academia de Formação (SABFORMA) e a SONAE SIERRA. Uma iniciativa que decorreu com o apoio do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP – Braga) e da Câmara Municipal de Braga.

Este evento teve lugar no Mercado Municipal da Cidade, no espaço SONAE SIERRA, onde foram realizadas entrevistas entre empregadores e profissionais de turismo, com o objetivo de aproximar a oferta e a procura, gerando empregos de forma mais rápida e fluida. Além disso, também existe o interesse de atrair profissionais de outros países que moram na região de Braga.

Segundo Bruno Gutman, diretor Norte da FUNCEX Europa, há muitos imigrantes em busca de trabalho e o turismo necessita desses “profissionais qualificados e que, em alguns casos, já têm experiência na área”.

Já para o diretor geral da FUNCEX Europa, Higor Ferro Esteves, a instituição cumpre o seu objetivo de “apoiar o comércio exterior do Brasil […] através do direcionamento da mão de obra qualificada brasileira” na Feira de Empregos em Braga.

“Com isso, a FUNCEX Europa atua como um agente económico local e contribui para o desenvolvimento das regiões e dos países em que tem atuação”, afirmou Higor Ferro Esteves.

Nesse mesmo dia, esta Fundação também marcou presença no Brasil Transport Invest, uma conferência que apresentou a nova política de concessões rodoviárias e ferroviárias do governo brasileiro, assim como as oportunidades de investimento e o cenário geral da infraestrutura dos transportes no novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O evento promoveu o encontro de negócios e diálogos entre os setores publico e privado, especialistas e estudantes do Brasil e de Portugal.

No dia seguinte, 23 de setembro, a equipa da FUNCEX Europa esteve no Congresso “Liberdade, Meio Ambiente e Justiça”, um evento organizado pelo Supremo Tribunal de Justiça de Portugal para comemorar o 190º aniversário da sua instalação no edifício onde se encontra até hoje, em parceria com a Comunidade de Juristas de Língua Portuguesa (CJLP).

A Confederação Empresarial da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CE-CPLP), da qual a Funcex é a vice-presidente, também esteve presente no evento a convite do secretário-geral da CJLP, Nelson Faria de Oliveira. 

Nelma Fernandes, presidente da CE-CPLP, fez uma intervenção no congresso, abordando questões da mobilidade de pessoas, bens e serviços na CPLP.

No início do mês, a Funcex Europa foi uma das entidades participantes no seminário “Brasil em Portugal – Integrar, Investir e Aprender”, que decorreu no dia 7 de setembro, nas instalações da Escola Profissional do Fundão, região Centro de Portugal. O objetivo desta iniciativa foi discutir a crescente chegada da comunidade brasileira à região e os desafios e oportunidades do novo perfil de migrantes que hoje vivem, estudam e investem em Portugal. Um evento que contou com realização da Casa do Brasil – Terras de Cabral e da Câmara Municipal do Fundão, com chancela da Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas. Ao todo, quatro painéis reuniram especialistas, autoridades, empresários e membros da comunidade brasileira e luso-brasileira. Neste evento, a FUNCEX Europa sublinhou os esforços da entidade em auxiliar na atração e adaptação de empresas do Brasil em solo europeu no contexto da CPLP. ■

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui