CEO da Keep Talent Portugal defendeu no Brasil “requalificação dos recursos humanos” diante da evolução da Inteligência Artificial

Para Pedro Ramos, autor do livro “Gestão de Pessoas – de A a Zen”, que foi apresentado no decurso do evento, “é muito importante continuar-se um profundo trabalho no âmbito da requalificação dos recursos humanos”

0
87
Pedro Ramos, CEO da Keep Talent Portugal, durante evento no Brasil
- Publicidade -

O CEO da Keep Talent Portugal, Pedro Ramos, uma das referências internacionais em Gestão de Recursos Humanos e Liderança das Organizações, considera necessária a realização de um “trabalho profundo” de “requalificação dos recursos humanos” com a entrada em força da Inteligência Artificial nas empresas.

Reconhecido nos vários países da lusofonia como uma referência global nos domínios da Gestão de Recursos Humanos e Liderança das Organizações, Pedro Ramos marcou presença no XVII CONPARH (Congresso Paranaense de Recursos Humanos) promovido pela Associação Brasileira de Recursos Humanos do Paraná, Brasil, realizado nos dias 12 e 13 de abril, no moderno Campus da Indústria, em Curitiba, Sul do país.

Numa apresentação concorrida e aplaudida por centenas de participantes das várias regiões do Estado do Paraná e de outros Estados brasileiros, que teve como tema “Navegando sobre as Tendências Globais da Gestão das Pessoas”, Pedro Ramos afirmou que “a evolução tecnológica, e, sobretudo, trazida pela entrada em força da Inteligência Artificial (IA) nas empresas, irá facilitar e agilizar vários processos, mas, por outro lado, irá tornar redundantes muitas das atuais funções”.

Para Pedro Ramos, autor do livro “Gestão de Pessoas – de A a Zen”, que foi apresentado no decurso do evento, “é muito importante continuar-se um profundo trabalho no âmbito da requalificação dos recursos humanos”.

Como grandes tendências globais da Gestão de Pessoas no mundo onde cada vez mais as diferenças são menores, passam por proporcionar as melhores experiências possíveis aos empregados por forma a oferecer uma melhor e maior fidelização dos mesmos às suas empresas.

O congresso, que teve como tema geral “Pessoas, Empresas e Planeta – Isso é comigo!”, permitiu uma reflexão sobre os novos desafios da Gestão das Pessoas no Brasil e não só. ■

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui