CCRB e Câmara Brasil Portugal no Ceará discutiram conexões no campo da Economia do Mar

Entidades foram recebidas pelo Secretário de Estado do Mar, José Maria Costa

0
440
Encontro na capital portuguesa
- Publicidade -

A Câmara de Comércio da Região das Beiras promoveu uma reunião de trabalho entre a sua congénere, a Câmara Brasil Portugal no Ceará, e o Secretário de Estado do Mar, em Lisboa.

Durante o encontro, foram debatidos diversos temas relevantes para ambos os países e regiões. Segundo apurámos, sobre a mesa estiveram temas de conexão entre Brasil e Portugal, como a contextualização da ambiência de negócios do Ceará e correlações com ações desenvolvidas pela Secretaria com o apoio da AICEP.

“Falou-se no enquadramento das ações da Economia do Mar alinhadas com as políticas públicas da União Europeia. Neste ponto, discutiram-se como as ações relacionadas à economia marítima estão alinhadas com as políticas da União Europeia, que podem incluir regulamentos e iniciativas relacionadas ao setor marítimo. Foi falado também sobre o Corredor de conexões com Sines e Pecém, onde se tratou da apresentação sobre o Corredor de Conexões, que, provavelmente, poderá envolver conexões logísticas entre os portos de Sines, em Portugal, e Pecém, no Ceará, Brasil”, comentou Ana Correia, presidente da Câmara de Comércio da Região das Beiras.

Outro ponto em destaque no encontro foi a abertura do primeiro parque eólico offshore com uma capacidade de dez gigawatts de energia eólica gerada a partir do mar, além do protagonismo da implantação dos cabos submarinos.

“Isto sugere que a região ou o estado do Ceará está desempenhando um papel proeminente na implantação de cabos submarinos, que são essenciais para as comunicações globais, incluindo internet e telecomunicações”, defendeu Ana Correia.

A reunião centrou-se em questões relacionadas a negócios, economia marítima, energia renovável e infraestrutura de comunicação submarina, com ênfase nas relações entre as regiões envolvidas e a União Europeia. ■

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui