Especialista em cuidados paliativos será condecorado pela Academia Portuguesa de Fibromialgia

0
1723
Prof. Doutor Jacinto Bátiz
- Publicidade -

O ano de 2024 vai iniciar com um novo ato solene da Academia Portuguesa de Fibromialgia, Síndrome de Sensibilidade Central de Dor Crónica, que vai empossar, como académico correspondente, o Prof. Doutor Jacinto Bátiz Cantera, especialista em cuidados paliativos. O evento terá lugar dia 13 de janeiro, pelas 16h30, no Anfiteatro das Sessões Solenes da Universidade da Beira Interior, na Covilhã, região Centro de Portugal.
Este profissional, que será agora homenageado em solo português, é codirector da Cátedra de Cuidados Paliativos da Fundação “Pia Aguirreche” e da Universidade Francisco de Vitoria, em Madrid, presidente da Secção de Cuidados Paliativos da Academia de Ciências Médicas de Bilbao, diretor do Instituto “Cuidar Melhor” do Hospital San Juan de Dios de Santurce, Espanha, e escritor.

Durante o evento, Prof. Doutor Jacinto Bátiz Cantera apresentará a comunicação “Os cuidados paliativos perante a fragilidade e a vulnerabilidade do sofrimento humano”. O discurso de resposta será proferido pelo presidente-fundador da referida Academia e professor da Faculdade de Ciências da Saúde da UBI, Prof. Doutor José Luis Arranz Gil. O encerramento da sessão ficará a cargo do presidente da Faculdade de Ciências da Saúde da UBI, o Prof. Doutor Miguel Castelo-Branco Craveiro Sousa, que é também académico honorário da Academia Portuguesa de Fibromialgia.
Na opinião do Prof. Doutor José Luis Arranz Gil, o currículo do homenageado é “suficientemente rico e esclarecedor sobre as suas competências profissionais e académicas, o que o acredita a figurar como um dos académicos da Academia Portuguesa de Fibromialgia”.

Currículo de destaque internacional

O Prof. Dr. Jacinto Bátiz Cantera é Doutor em Medicina e Cirurgia, médico de família e Mestre em Cuidados Paliativos. Além disso, é especialista em Ética Médica e Deontologia, foi chefe da Unidade de Cuidados Paliativos do Hospital San Juan de Dios de Santurce, no País Basco, de 1993 a 2017. Preside à Secção de Cuidados Paliativos da Academia de Ciências Médicas de Bilbao desde 2002. É responsável pelo grupo de Bioética da SEMG desde 2017, professor convidado na Universidade do País Basco/Euskal Herriko Unibertsitatea, na Universidade de Deusto, na Pontifícia Universidade de Comillas e na Universidade Autónoma de Madrid em cursos de pós-graduação em Cuidados Paliativos.
Atuou como presidente da Comissão de Médicos de Biscaia de 2001 a 2019 e foi membro da Comissão Central de Deontologia da Organização Médica Colegial de Espanha (OMC), de 2004 a 2023.

É defensor dos aspetos éticos em cuidados paliativos e autor de livros, como “Mi vida al final de su vida (2004)”, “Cuidar a las personas en el proceso de morir (2019)”, “Reflexiones desde los cuidados a enfermos de Alzheimer (2020)”, “Mientras llega la muerte (2021)”, “Cuestiones sobre la eutanasia. Principios para cuidar la vida de quien sufre (2021)” y “Bioética y Cuidados Paliativos (2021)”.

Recebeu diversas distinções, como o Prémio Nacional de Reflexões de Opinião de Saúde pelo artigo “Cuidando com Carícias”, publicado no jornal El Correo, em 2009; Prémio Gazte de Modelo Saria, do Ikastola Begoñazpi de Bilbao pelo atendimento integral ao paciente e a sua família para tornar a transição da vida para a morte uma experiência menos traumática, em 2010; foi nomeado pelo Diário Médico como Embaixador Nacional da Medicina Espanhola, em 2018; e recebeu o Prémio Europeu Kate Granger por Cuidado Compassivo, no ano de 2018. ■

Acompanhe abaixo a entrevista em vídeo do Prof. Doutor Jacinto Bátiz a Jordi Sabaté Pons:

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui