Quem escreve

Ígor Pereira Lopes: O jornalista por trás de “Incomparáveis”

Sou natural do Rio de Janeiro, nascido em agosto de 1980. Acumulo uma experiência profissional versátil. Sou Mestre em Comunicação e Jornalismo pela Universidade de Coimbra, Portugal (título reconhecido pela UFRJ), Graduado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso (Facha), Rio de Janeiro (título reconhecido pela Universidade Nova de Lisboa); possuo diversos cursos na área de comunicação e jornalismo; ministrei palestras sobre o tema; tenho distinções como a Comenda da Ordem do Mérito Cívico e Cultural pela Sociedade Brasileira de Heráldica e Humanística e ganhei o prêmio Liberdade de Expressão da Associação Internacional de Escritorres e Artistas (Literarte), entre outros; sou jornalista correspondente no Rio da agência Active 4 Consulting, Portugal; fui correspondente no Rio da agência de notícias Portuguese News Network (PNN), Lisboa; repórter, no Rio, do jornal Mundo Lusíada, São Paulo; atuei na Infoglobo; morei em Portugal por seis anos, onde fui profissional dos veículos Jornal Global, Diário de Viseu, O Crime, Notícias de Vila Real, Lamego Hoje, além de exercer funções de produtor e assessor de imprensa na área cultural e no turismo rural; fiz a cobertura jornalística do festival Rock in Rio Lisboa em 2004, 2006 e 2008 para mídias digitais e veículos como jornal O Povo, de Fortaleza, e rádio Vacaciones, do Chile; sou autor da Grande Reportagem “Alcino Correia: o homem do coração em desalinho” para o Mundo Lusíada e site da Câmara Municipal de Armamar, Portugal; escrevi a Grande Reportagem “Jovens de Moimenta da Beira recebem prêmio do Parlamento Europeu”, com apuração realizada no Parlamento Europeu, em Estrasburgo, França, cuja matéria foi publicada no Diário de Viseu e Mundo Lusíada; fui responsável pela Reportagem Especial “Lisboa no Top mais europeu”, publicada na edição 51 da revista VIZOO, Brasil. No início da carreira, fiz estágio na rádio Cristal FM, Mesquita, e na rádio Grande Rio, Itaguaí, em ambas como repórter esportivo. Por fim, sou autor do livro “Maria Alcina, a força infinita do fado”, que será lançado em 2016.