Município e Agromuseu promovem Jornadas Internacionais de Etnografia em Leiria

Evento promete conectar Brasil-Portugal

0
261
- Publicidade -

Já estão abertas as inscrições gratuitas, através do e-mail culturapopular@cm-leiria.pt, para as “Jornadas Internacionais de Etnografia – Leiria 2021” (JIEL 2021) que terão lugar no Auditório do Museu Etnográfico do Freixial, Arrabal, Leiria, no próximo dia 20 de novembro, numa organização do Município de Leiria / Agromuseu, tendo a parceria da Fundação INATEL e a colaboração de várias instituições, na sua maioria de âmbito internacional.

“Este evento é um contributo extraordinário para a divulgação junto da comunidade da história do território e para a promoção de uma identidade coletiva”, frisou Gonçalo Lopes, presidente da Câmara Municipal de Leiria.

“As jornadas surgem da necessidade de aprofundar o estudo amplo da Etnografia, apresentando fontes de conhecimento de diversas áreas e valências, oriundas de vários lugares do mundo, tendo como base a pesquisa e investigação dos historiadores, antropólogos e investigadores que aprofundam o seu trabalho, incluindo o estudo no terreno, com o intuito de valorizarem, através da pesquisa e registo, as tradições, as tendências e as capacidades dos povos. Como tal, o Município de Leiria reúne, nestas Jornadas, um conjunto de estudiosos, aliados a temas de interesse transversal e instituições académicas e culturais com referência mundial”, explicou Adélio Amaro, coordenador das JIEL 2021 e consultor para a Cultura Popular do Município de Leiria.

A sessão de abertura, que acontecerá pelas 9h30, contará com as intervenções do presidente da Câmara Municipal de Leiria, Gonçalo Lopes, do presidente do Politécnico de Leiria, Rui Pedrosa, do presidente da Fundação INATEL, Francisco Madelino, da presidente da Junta de Freguesia do Arrabal, Helena Brites, e do coordenador das JIEL 2021, Adélio Amaro.

Ao todo, serão três os painéis destas Jornadas, com palestrantes oriundos do Brasil, do Chile, da Grécia, do México e de Portugal, incluindo os Açores, abordando os temas: “Olhares Antropológicos: Da Pesquisa ao Terreno”; “Música Tradicional, Processos de Promoção e Salvaguarda” e “Editar a Memória como Construção do Futuro” (painel INATEL).

Segundo apurámos, as JIEL 2021 “são uma aposta forte do Município de Leiria, tendo a parceria da Fundação INATEL e a colaboração de um conjunto de instituições de enorme relevo e forte credibilidade, nomeadamente Politécnico de Leiria; Mosteiro da Batalha / DGPC – Direção Geral do Património Cultural; Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina (Brasil); Sociedade Iberoamericana de Antropologia Aplicada, Salamanca (Espanha); Grupo de Investigación en Museus y Patrimonio Iberoamericano (Espanha); Centro do Património da Estremadura (Portugal); Associação Folclórica da Região de Leiria – Alta Estremadura; Museu Etnográfico do Freixial; Casa-Museu da Magueigia, Santa Catarina da Serra; Associação Bajouquense para o Desenvolvimento; Academia de Letras e Artes de Paranapuã, Rio de Janeiro (Brasil); Académi des Lettres et Arts Luso-Suisse (Suíça); Eco Academia de Letras, Ciências e Artes de Terezópolis de Góiás (Brasil) e Agência Incomparáveis (Brasil).

Para marcar presença nestas Jornadas é fundamental fazer o registo (gratuito), até ao dia 15 de novembro, para que a inscrição presencial fique confirmada, através do e-mail: culturapopular@cm-leiria

Programação

JORNADAS INTERNACIONAIS DE ETNOGRAFIA – LEIRIA 2021 (JIEL 2021)

20 NOV 2021 | AUDITÓRIO DO MUSEU DO FREIXIAL | PROGRAMA

9h00 Receção

9h30 SESSÃO DE ABERTURA

Adélio Amaro, Coordenador das JIEL 2021 | Portugal

Helena Brites, Presidente da Junta de Freguesia do Arrabal | Portugal

Francisco Madelino, Presidente da Fundação INATEL | Portugal

Rui Pedrosa, Presidente do Politécnico de Leiria | Portugal

Gonçalo Lopes, Presidente da Câmara Municipal de Leiria | Portugal

10h30 PAINEL I. OLHARES ANTROPOLÓGICOS: DA PESQUISA AO TERRENO

Moderador: Nuno Jesus | Jornalista | Portugal

Leiria: Cidade Criativa da Música (UNESCO) – Fête de La Musique

Luís Miguel Narciso | Arquivo Municipal de Leiria e vice-presidente do CEPAE | Portugal

Etnografía para estudiar el Textil Indígena (observación participante / Re-identificación cultural)

Tatiana Bernaldez y Mejía | Escuela Nacional de Antropología e Historia, Colômbia | México

Ava Guarani do Paraguai

Vasiliki Vroutsi | Doutoranda em Antropologia Social na Universidade de Salamanca | Grécia

O Património Cultural Imaterial – Procedimentos para a sua Inventariação

André Camponês | Techn&Art – Instituto Politécnico de Tomar| Portugal

Revisión crítica de la etnografía sobre el pueblo Tarahumara del noroeste de México

Eduardo Saucedo Sánchez de Tagle | Instituto Nacional de Antropologia e História | México

12h00 Debate

12h15 Almoço

14h00 PAINEL II. MÚSICA TRADICIONAL, PROCESSOS DE PROMOÇÃO E SALVAGUARDA

Moderador: Adélio Amaro | Presidente do Centro do Património da Estremadura | Portugal

O canto de Manhouce

Isabel Silvestre | Professora e cantadeira | Portugal

Uma etnografia das Festas do Espírito Santo e a pesquisa etnográfica nos Açores

Luiz Nilton Corrêa | Antropólogo e Historiador| Brasil

Etnografia Musical: encuentro con las propiás músicas y entorno sonoro

Lina Rosa Barriento Pacheco | Musicóloga / Etnomusicóloga | Chile

Instrumentos do Povo Português

José Alberto Sardinha | Investigador de Música Tradicional | Portugal

A Viola da Terra e a sua revitalização

Rafael Carvalho | Professor e Compositor | Açores, Portugal

15h30 Debate

15h45 Intervalo

16h00 PAINEL III. EDITAR A MEMÓRIA COMO CONSTRUÇÃO DO FUTURO

Moderador: Igor Lopes | Jornalista e Escritor | Brasil

Festival Intercéltico de Sendim

Mário Correia | Fundador e Diretor do Centro de Música Tradicional de Sendim | Portugal

Editar a tradição

José Moças | Editor da Tradisom | Portugal

Leiria e a memória longa da Cultura numa rede a 26

Paulo Lameiro | Musicólogo, coordenador executivo da Rede Cultura 2027 | Portugal

17h00 Debate

17h15 Tocata do Rancho Folclórico de São Guilherme, Magueigia, Santa Catarina da Serra

17h30 SESSÃO DE ENCERRAMENTO

Adélio Amaro, Coordenador das JIEL 2021 | Portugal

Anabela Graça, Vice-presidente da Câmara Municipal de Leiria | Portugal

Organização

Câmara Municipal de Leiria / Agromuseu Municipal D. Julinha | Portugal

 Parceiro

Fundação INATEL | Portugal

Colaboração Institucional

Politécnico de Leiria | Portugal

Mosteiro da Batalha / DGPC – Direção Geral do Património Cultural | Portugal

IHGSC – Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina | Brasil

SIAA – Sociedade Iberoamericana de Antropologia Aplicada, Salamanca | Espanha

GSIM – Grupo de Investigación en Mvseus y Patrimonio Iberoamericano | Espanha

CEPAE – Centro do Património da Estremadura | Portugal

AFRLAE – Associação Folclórica da Região de Leiria – Alta Estremadura | Portugal

MEF – Museu Etnográfico do Freixial | Portugal

CMM – Casa-Museu da Magueigia, Santa Catarina da Serra | Portugal

ABAD – Associação Bajouquense para o Desenvolvimento | Portugal

ALAP – Academia de Letras e Artes de Paranapuã, Rio de Janeiro | Brasil

ALALS – Académi des Lettres et Arts Luso-Suisse | Suíça

E-ALCAT – Eco Academia de Letras, Ciências e Artes de Terezópolis de Góiás | Brasil

I/CA – Agência Incomparáveis | Brasil ■

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui