José Pacheco e Sidney Rocha falam sobre “Solidão” em encontro virtual

Realizada pelo Instituto Estação das Letras, encontros têm mediação de José Castello e Flávio Stein

0
38
José Pacheco e Sidney Rocha falam em encontro virtual
- Publicidade -

O isolamento em que vivemos desde o início de 2020 tomou a cara de um vírus mortal. Sem possibilidade de negá-lo, os seres humanos têm mostrado a necessidade uns dos outros. “Como acordar desse grande desmaio coletivo e voltar a si?” é uma das perguntas que será colocada no encontro virtual sobre “Solidão”, dia 24 de novembro, para o educador português José Pacheco, idealizador da Escola da Ponte e do modelo pedagógico que tem como norte a autonomia na formação das crianças, e para o ficcionista cearense Sidney Rochaque teve sua trajetória homenageada em 2020 pelo Prêmio Literário Guerra Junqueiro,  em reverência aos escritores  que têm o português como língua oficial.

“Solidão” é o segundo momento da série Diálogos Imprevisíveis, mediada pelo escritor e crítico literário José Castello e pelo músico e mediador de leitura Flávio Stein. O projeto é realizado pelo Instituto Estação das Letras com transmissões ao vivo pelo Zoom, às 19h.

A série, que reuniu no início de novembro o ficcionista Joca Reiners Terron e o físico e astrônomo Marcelo Gleiser com o tema “Contaminação”, pretende fugir da miudeza de discussões mais recorrentes, principalmente sobre política, e que fazem morada no mundo contemporâneo.

“Estamos todos em bolhas, com pontes precárias. Este projeto quer abrir brechas sobre assuntos gerais e trazer delicadeza na era da brutalidade e dos desencontros”, explica Castello. A cada encontro duas personalidades com pontos de vistas pessoais promovem reflexões que fujam de respostas prontas, de clichês, ou grandes conclusões. “A ideia é produzir interrogações, dúvidas, instabilidades, que nos agitem e nos despertem”, complementa Stein.

Os filósofos Viviane Mosé e Ailton Krenak finalizam a primeira edição de Diálogos Imprevisíveis, em 14 de dezembro, com “Velocidade” e o debate sobre a ousadia de desacelerar. Com a filosofia banida das escolas, e a falta de lugar para este diálogo, a agitação das ruas, das cidades, das redes sociais, das agendas de que nunca se dá conta e se refletem no ritmo interior das pessoas ganham espaço neste debate: correria, atrasos, ansiedade, nervosismo, pânico se tornam doenças de nossa época e um dos questionamentos é para quê?

José Castello e Flávio Stein querem que desses choques de pensamentos, emoções e experiências consiga-se esboçar um futuro, que ajude a habitar um presente difícil.

As inscrições de Diálogos Improváveis devem ser feitas pelo Sympla.

Valor do ingresso: R$ 25,00.

Informações extras em estacaodasletras.com.br/dialogos ■

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui