Exploração econômica das florestas europeias aumentou 49% entre 2011 e 2018, diz pesquisa

Manutenção do aumento da exploração e da devastação das florestas trará consequências "facilmente previsíveis"

0
644
Desmatamento aumenta na Europa
- Publicidade -

Pesquisa conduzida pelo Joint Research Centre da União Europeia dá conta de que no velho continente a proteção às florestas estão aquém do ideal. Os resultados da pesquisa foram publicados pela Nature Research, centenária e respeitada publicação científica, e mostram que 38% da superfície da Europa é coberta por florestas, boa parte das quais exploradas para fins econômicos, especialmente para produção de madeira, e que, entre 2011 e 2018, a área explorada cresceu 49%.

“A manutenção desse ritmo de aumento da exploração, pouco racional e podendo ser chamado ritmo de devastação, trará consequências facilmente previsíveis: aumento da poluição, impacto na biodiversidade e na disponibilidade de água, alterações no clima etc. Suécia e Finlândia lideram o processo de aumento da exploração. Os pesquisadores afirmam que, mesmo que as florestas sejam replantadas, provavelmente serão necessárias décadas para que a situação se reequilibre”, confirmou Vivaldo José Breternitz, Doutor em Ciências pela Universidade de São Paulo e professor da Faculdade de Computação e Informática da Universidade Presbiteriana Mackenzie. ■

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui