Especialista defende uso das redes sociais ou blogues especializados para destacar marcas e ideias

“a demora para a construção da imagem pelos blogues e sítios especializados, muitas vezes, pode ser um ponto negativo para algumas marcas”

0
226
Especialista em gestão digital, Jennifer de Paula explica a diferença entre as plataformas e revela como sítios e blogues especializados, apesar de lentos, ajudam a consolidar uma imagem
- Publicidade -

Em momentos de pandemia, como o que estamos a viver, ferramentas digitais e a presença nas redes sociais podem fazer toda a diferença para empresas e pessoas que desejam promover produtos, serviços e ideias. De acordo com estudiosos do tema, sítios e blogues especializados “ajudam a consolidar uma imagem”.

Segundo Jennifer de Paula, especialista em gestão digital, “ao contrário do que as tendências atuais nos mostram, a construção de uma imagem, seja marca ou perfil, via redes sociais não é tão sustentável como a consolidação por meio de um blogue ou sítio especializado”.

A grande explicação, ainda de acordo com esta responsável, “é o volume de conteúdo que circula nas redes sociais a todo o instante e a velocidade com que surge e desaparece para o público”.

“Os blogues permitem que empresas e pessoas tenham tempo e espaço para destacar os seus pontos positivos sem a concorrência feroz que existem nas plataformas como Instagram, Twitter, Facebook, Tik Tok, etc. Nos sítios e blogues, é possível criar estratégias consolidadas e sólidas”, afirma esta especialista, que atua também no ramo do marketing digital.

Jennifer de Paula revela que “a demora para a construção da imagem pelos blogues e sítios especializados, muitas vezes, pode ser um ponto negativo para algumas marcas”, porém, esta social media garante que “o trabalho bem feito, ainda que moroso, é mais garantido que o feito rapidamente”.

“A melhor forma de destacar-se é tornando-se numa referência sobre o assunto no qual se trabalha. Por exemplo, um profissional do ramo da gastronomia, na rede social, apesar de alcançar um número grande de seguidores, não fideliza aquele público, muito menos o torna em cliente, já que as publicações acabam por se misturar com outras do feed ou stories”, explica.

“Já a pessoa interessada em comprar um produto ou serviço, vai procurar o conteúdo no Google e ter como resultado um sítio ou blogue segmentado. Uma vez dentro do sítio, cativar o cliente é muito mais fácil do que através de publicações nas redes sociais”, completa. ■

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui