Aérea Brasileira, Azul volta a levar turistas brasileiros para Portugal

Decreto do governo português libera viagens não essenciais e flexibiliza a entrada de turistas no país

0
610
Clientes podem adquirir passagens e embarcar em voos da companhia para Lisboa apenas com a apresentação de testes negativos para Covid
- Publicidade -

A partir do dia 1 de setembro, a aérea brasileira Azul voltou a realizar voos com a possibilidade de embarque de turistas brasileiros para Portugal. O governo português autorizou a realização de viagens não essenciais para o país, suspensas há quase 18 meses em função da pandemia.
A Azul oferece atualmente entre três e quatro voos semanais de e para Portugal com descolagens de Campinas (SP). Com a flexibilização, a companhia acredita num crescimento na demanda e acompanha a movimentação do mercado para avaliar eventuais incrementos na oferta de voos para a Europa.
“Esta é uma notícia muito boa para nós. Portugal é um mercado importante para nós porque os Clientes já conhecem bem o quão cômodo é poder embarcar de Campinas num voo direto para Lisboa, sem a necessidade de conexões. Conforme a procura for crescendo, temos a expetativa de aumentar ainda mais a nossa oferta de voos” afirmou Abhi Shah, vice-presidente de Receitas da Azul.
Para entrar em Portugal, os turistas deverão apresentar o Certificado Digital Covid da União Europeia, comprovativo de realização do teste laboratorial RT-PCR ou teste rápido de antígeno com resultado negativo, realizado nas 72 ou 48 horas anteriores à do embarque. A lista de testes rápidos aprovados pelo Comité de Segurança da Saúde da União Europeia pode ser consultada no site da companhia, pelo link – https://www.voeazul.com.br/nova-forma-de-viajar.
“Além do conforto dos voos diretos entre Viracopos e Lisboa, os Clientes Azul também poderão acessar outros destinos da Europa que já estejam liberados para a entrada de turistas brasileiros por meio do acordo de Codeshare que a companhia detém com a TAP Air Portugal”, informou esta empresa brasileira. ∎

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui